Spleen Poetry

 

A entrevista desta noite cabe a um banda do Norte que se chama Spleen Poetry. Quando ouvimos as músicas pela primeira vez ficam fascinados e daí trazermos à Rádio Telefonia do Alentejo estes nossos amigos. Não percam!....

Foi em Setembro de 2005 que tudo começou… Marco Brantner juntara-se com um antigo colega de estudos, Pedro Leal, e decidiram formar uma banda (…). Em Dezembro conheceram a Daniel Ramos em Famalicão (cidade onde Marco estudava na altura) e começaram a ensaiar juntos, designando-se por Spleen Poetry. Rapidamente sentiram que a batalha iria ser complicada, pela diversidade de gostos e pelo facto de precisarem de encontrar outros músicos para dar asas ao projecto.

O tempo foi passando e parecia que nunca se iriam conseguir desenvolver os temas do projecto. Os músicos não se materializavam e os 3 elementos da banda apenas se limitavam a tocar covers em Bares. Pedro Leal abandonou a banda por não conseguir reconciliar a música com os estudos, porém, Marco Brantner e Daniel Ramos prometeram, a si mesmos, concretizar o projecto a qualquer custo.
Foram ensaiando com alguns músicos, no entanto, nenhum parecia ter a química necessária para desenvolver os temas da forma como os Spleen Poetry o desejavam. Frustrados com as tentativas concluíram que só haveria algo a fazer… tentar gravar um CD com músicos convidados.

Nesse momento, Marco cruzou-se com Paulo Baixinho (Su) (conhecido seu de Caminha) e após conversar sobre o projecto, acreditou que este poderia ser a solução para gravar o álbum e expressar a música da forma como a banda pretendia.

O processo foi árduo e desafiante para todos e passados 7 meses colocou-se, finalmente, um ponto final. O resultado foi este Álbum denominado "What if…?"


VISITE:

http://www.spleenpoetry.com/pt/index.html
(Site)
http://www.myspace.com/spleenpoetry (MySpace)

Etiquetas: , , ,


 

0 Comentário(s) em “Spleen Poetry”

Enviar um comentário
 

Criado por Pedro Nobre | Copyright © 2007 NA ESCURIDÃO DA NOITE. RTA :: Todos os direitos reservados